- última hora - PJ apreendeu bens de três milhões de euros de «rendimentos incongruentes» / Arguidos negam suspeitas

A Polícia Judiciária de Braga apreendeu bens, imóveis e móveis, de cerca de três milhões de euros, aos arguidos António Vilela e João Luís Nogueira, na operação relacionada com alegados crimes de corrupção, de abuso de poder, prevaricação e participação económica em negócio, apurou o Vilaverdense.

As autoridades judiciárias consideram, na sequência de uma perícia a todos os bens de ambos os indiciados – não foram ainda revelados quais os valores que dizem respeito, concretamente, a cada um dos arguidos – que esses bens «resultam de rendimentos incongruentes», face ao património que declaram.

O procurador Heitor Rigor Rodrigues, magistrado especialista a investigar “crimes de colarinho branco”, conseguiu o arresto de tais valores, através do Gabinete de Recuperação de Activos (GRA) da Directoria do Norte da PJ e que é constituído por inspectores da Polícia Judiciária e peritos das Finanças.

ARGUIDOS DESMENTEM SUSPEITAS
António Vilela e João Luís Nogueira negaram à juíza de instrução criminal de Braga, Magda Cerqueira, qualquer tipo de «comportamento ilícito» com as suas actividades políticas e profissionais, desmentindo as suspeições que o director-geral da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), que é também presidente do clube bracarense de andebol ABC, tivesse, de alguma maneira, «corrompido» o presidente da Câmara Municipal de Vila Verde.

---
Redacção / JG (CP 2015)
ovilaverdense@gmail.com

    Jornal o VilaVerdense
16 de Fevereiro de 2017 / 08:22

Partilhar no Facebook  Partilhar no Facebook


Outras notícias

-PARADA DE GATIM: Festa de Nossa Senhora do Amparo de 13 a 15 de Agosto

-PS regozija-se com avanço da requalificação da EN 101... lembra outras obras do presente e "ressuscita" trabalho de Martinho Gonçalves

-GNR deteve 41 pessoas nas últimas 12 horas … 25 com álcool a mais e 7 por tráfico

-CABANELAS: Fado e teatro para fechar Semana Cultural

-VILA DE PRADO: Festa de São Tiago e Nossa Senhora dos Remédios é este fim-de-semana

-LOUREIRA: Junta regozija-se com construção de rotunda

-GNR apreende mais de 7 quilos de cannabis e detém 37 traficantes de droga

-LAGE: Cinema ao livre no Monte de Santa Helena amanhã

-ATAHCA: Alunas certificadas com o nível básico

-Câmara prorroga prazo para alteração dos Planos de Pormenores da área envolvente à igreja e do núcleo urbano

-LOUREIRA: Lançado concurso para construção de rotunda

-VILA DE PRADO: CDS-PP considera interdição da Praia do Faial «episódio vergonhoso» e questiona Câmara

-ABOIM DA NÓBREGA: Álvaro Rocha reeleito Presidente da AISTI

-Eduardo Milhão reeleito Presidente do Vilaverdense FC

-TRIBUNAL: Condenado a 11 anos de prisão por violar sobrinha menor em Vila Verde

-VILA VERDE: Raspadinha com 5 mil euros rasgou e apostadora ainda não recebeu o prémio

-LOUREIRA: Dono de café agredido em rixa com grupo

-GNR e Guardia Civil patrulham em conjunto estradas espanholas para apoiar emigrantes portugueses

-Tribunal nomeia peritos para avaliar contas do Bingo do SC Braga

-PICO DE REGALADOS: Noites Temáticas regressam de 4 a 6 de Agosto

-RIBEIRA DO NEIVA: Concerto solidário angariou cerca de 4000€ para Pedrogão Grande

-ESCARIZ: Idosas ensinam crianças a costurar

-Vila Verde é o 15º concelho com menor equilíbrio financeiro

-VILA VERDE: XVI Festival Folclórico Internações encheu Praça de Santo António

-ECONOMIA: Associação Empresarial do Vale do Homem-AEVH apresentou-se ao tecido empresarial de Amares

-EPATV quer salvaguarda dos trabalhadores e pagamento de dívida para antecipar fim da gestão do Complexo de Lazer

-Cargo nas Águas do Norte pode impedir candidatura de Filipe Silva

-Incêndio em Escariz preocupa populações

-DESPORTO: Ricardo Gomes disputa o Campeonato Europeu Universitário de Taekwondo

-ECONOMIA: Novo gabinete de estética de Tânia Alves abre no centro de Vila Verde









Jornal O Vilaverdense