Biblioteca Pública de Braga assinala Centenário de Fátima

A Biblioteca Pública de Braga (BPB) apresenta até 30 de maio a exposição "Fátima 1917-2017: relatos e retratos", com dezenas de obras e artigos publicados sobre as “aparições” marianas e sobre o seu impacto ao longo das décadas. A mostra está patente no átrio desta unidade cultural da UMinho, tendo entrada livre de segunda a sexta-feira, das 9h00-12h30 e 14h00-17h30. A iniciativa insere-se nos 175 anos da BPB.



A exposição tem oito núcleos temáticos: a história; os protagonistas, os testemunhos e as memórias; os peregrinos e a peregrinação; a mensagem; as polémicas; as construções e os tesouros; Fátima no cinema, na poesia e na música; trabalhos académicos e documentos históricos. Face à importância das publicações periódicas da BPB, dá-se ainda atenção especial ao acontecimento na imprensa periódica, incluindo as visitas a Portugal dos Papas Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991, 2001) e Bento XVI (2010), somando-se em 2000 a beatificação dos videntes e a revelação do terceiro “segredo de Fátima”.

A mostra documental pretende estimular a reflexão sobre a história social de Portugal e a história das religiões, dando a conhecer a construção do fenómeno que é Fátima, que se tornou um dos principais destinos de turismo religioso no mundo e atrai seis milhões de pessoas por ano. “Apesar da sua complexidade, não é possível ignorar a abundante literatura produzida por autores nacionais e estrangeiros sobre o tema, desde os apologistas mais sinceros aos céticos mais radicais”, diz o diretor da BPB.

Elísio Araújo realça que as manifestações iniciais ocorreram entre maio e outubro de 1917, num momento social e político difícil da I República, às portas da I Guerra Mundial e com o espectro da guerra entre os portugueses, da miséria extrema nos meios urbanos e rurais, da instabilidade do regime de matriz laica e anticlerical e no rescaldo da radicalização religiosa. Essas manifestações foram consagradas pelo juízo popular e pela imprensa como “aparições” ou “milagres” e, nos anos 1930 e 1940, em pleno Estado Novo, Fátima tornou-se o polo central do catolicismo português, com o estatuto de “altar do mundo”.

---
Redacção / Luís Moreira / CP 8078)
ovilaverdense@gmail.com

    Jornal o VilaVerdense
18 de Maio de 2017 / 07:21

Partilhar no Facebook  Partilhar no Facebook


Outras notícias

-TRIBUNAL: Vilaverdense apanhado com tocha conseguiu suspensão de processo

-POLÍTICA: José Morais recandidata-se para «dar continuidade ao crescimento» do PS

-Projecto da EPATV sobre o Gerês recebe prémio da Fundação Ilídio Pinho

-BRAGA: ACB promove Curso de Iniciação ao Voo

-BRAGA: Câmara e Cruz Vermelha lançam app para facilitar integração de estrangeiros

-CRIME: PSP de Guimarães detém casal por tráfico de droga

-LOUREIRA: Junta diz que falta de obras na EN 101 «é um atentado à vida humana»

-BRAGA: Duas crianças levadas para o hospital mas afastada hipótese de fuga de gás em escola (ACTUALIZAÇÃO)

-Padre ucraniano de Braga celebrou missa para emigrantes do leste

-VILA VERDE: Espectáculo de dança no dia 28 de Janeiro

-BRAGA: Câmara vai retirar árvores e postes de iluminação em frente ao Theatro Circo

-POLÍTICA: Rui Silva diz que eleição de Rio «reforça posicionamento» do PSD de Vila Verde

-Carlos Gonçalves venceu o Startup Nano, que acelera startups de nanotecnologia

-32 jovens integrados em programa Erasmus foram recebidos na Câmara Municipal pela Vereadora da Educação

-JUSTIÇA (Vila Verde): Oito anos de prisão por abusar sexualmente de enteada e da filha

-JUSTIÇA (Caso das Convertidas): antigo presidente de Guimarães elogia obra de Mesquita Machado

-Antiga colaboradora da RUM Sofia Saldanha em aula aberta sobre Comunicação e Linguagens

-VILA DE PRADO: Biblioteca inaugurada no dia 23 de Janeiro

-GOMIDE: Romaria de Nossa Senhora das Candeias e São Brás no início de Fevereiro

-GNR: 105 detidos em flagrante durante o fim-de-semana

-Câmara de Braga cria prémios de “boas práticas” de reabilitação urbana

-GNR: Arranca hoje a “Operação Floresta Protegida”

-DESTAQUE: Anulado arresto de bens de três milhões a João Luís Nogueira no processo da venda da EPATV

-REGIÃO (BRAGA): Jurista afirma que a Câmara tem argumentos legais para avançar para rescisão do contrato com a ESSE

-FUTEBOL: Vilaverdense volta a ceder pontos em casa

-CULTURA: Banda Musical quer recuperar Hino de Vila Verde

-LOUREIRA junta 200 pessoas no almoço de Reis

-Combustíveis aumentam esta segunda-feira

-DIRECTAS PSD: Rui Rio vence no distrito de Braga e a nível nacional...apenas perdeu em Famalicão, Celorico e Esposende

-ÚLTIMA HORA: Rui Rio vence em Vila Verde com mais 165 votos que Santana Lopes (436 / 271)









Jornal O Vilaverdense