AUTÁRQUICAS: CDU quer empregos estáveis para fixar jovens em Vila Verde

A candidatura da CDU de Vila Verde estabelece a fixação de jovens como uma das prioridades do concelho, defendendo que essa aposta deve assentar na criação de emprego estável, em apoios ao arrendamento e numa maior oferta cultural.

«Quando falamos em criação de emprego, é necessário que seja algo com qualidade, que não seja emprego precário e mal pago. Temos que garantir estabilidade e dignidade», frisou o candidato à Assembleia Municipal, Sérgio Sales, esta quinta-feira, na apresentação das candidaturas comunistas em Vila Verde.

A CDU defende que devem ser dinamizados os vários parques industriais do concelho e melhoradas as acessibilidades, reivindicando variantes à EN 101 e à ER 205 com acesso à zona industrial de Oleiros, assim como um nó de auto-estrada na EN 205.

Além disso, entre as várias medidas, a candidatura comunista vinca a necessidade de melhoria dos serviços de transportes públicos, nomeadamente na zona Norte do concelho, tal como a organização do trânsito e a criação de paragens de autocarros no centro da vila e em todas as freguesias.

Segundo o candidato à Câmara, Nuno Guerra, os vilaverdenses têm demonstrado «confiança neste projecto», pelo que a expectativa é a de poder aumentar o número de eleitos, quer nos órgãos municipais, quer nas freguesias, «lutando pela defesa dos direitos das populações».

Liderada pelo jovem Nuno Guerra, de 22 anos, a candidatura da CDU à Câmara de Vila Verde integra Arlindo Fagundes e Felipe Azevedo nos primeiros lugares.

Na corrida à Assembleia Municipal, a Sérgio Sales seguem-se Celestino Fernandes e Maria Augusta Cruz.

---
Ricardo Reis Costa (CP 10478)
ovilaverdense@gmail.com