JUSTIÇA (Vila Verde): Homem de Turiz julgado por bater na mulher e nos filhos

Batia na ex-mulher e nos três filhos. Tem um comportamento agressivo. Um homem de apelido Pereira, de 53 anos, residente em Turiz, Vila Verde, está a ser julgado no Tribunal de Braga por quatro crimes de violência doméstica.

Casado desde 1989 e com três filhos, o arguido está acusado de, devido ao seu temperamento violento, dar pontapés e chamar diversos impropérios à ex-mulher, bem como aos três descendentes, duas raparigas e um rapaz.

A acusação diz que, nas discussões familiares, batia no filho mais novo e nas duas mais velhas, atirava objetos pelo ar e chamava “puta e vaca” à companheira.

Em dada ocasião de 2016 esmurrou-a e fez o mesmo às jovens, a quem agrediu pelas costas. Uma delas ficou a sangrar, após um pontapé na cabeça. Apesar disso, proibiu-as de irem ao Hospital.

Noutra altura, pegou em facas de cozinha e ameaçou-as de morte. Bateu, também, numa das raparigas por esta ter posto baton nos lábios. Insultando-a, também, “a preceito”.

Dizia-lhes que a mulher andava metida com o padre, e que o filho não era dele. Estavam, ainda, impedidas por ele de irem a casa da avó ou de umas tias.

Em janeiro deste ano e no âmbito de um inquérito judicial, a GNR apreendeu-lhe, em casa, uma pistola de calibre 7.65 milímetros. Daí que esteja, também, a ser julgado por posse de arma proibida.

Quando foi detido, ficou obrigado a afastar-se da casa da família, o que cumpriu, embora andasse na rua e nos cafés, a fazer-lhes ameaças diversas.

Aceitou, na ocasião, ser alvo de tratamento psiquiátrico. Atualmente mora na Loureira.

O Instituto de Medicina Legal realizou-lhe um exame de saúde mental, a pedido do Tribunal, o qual concluiu que era “imputável”, pois tinha consciência do que fazia quando agredia os familiares.

Em paralelo ao processo-crime, o homem meteu um processo cível à empresa da ex-mulher, argumentando ter a haver 145 mil euros (mais juros) por ter trabalhado para ela durante vários anos, sem nada receber.

O julgamento, que teve já uma primeira sessão, prossegue no final do mês, com a audição das quatro testemunhas da família, a qual decorre sem a presença do arguido, a pedido delas.

---
Redacção / Luís Moreira (CP 8078)
ovilaverdense@gmail.com

    Jornal o VilaVerdense
11 de Outubro de 2017 / 10:41

Partilhar no Facebook  Partilhar no Facebook


Outras notícias

-SOUTELO: Escola preparou cabazes solidários para assinalar Dia Mundial da Alimentação

-ÚLTIMA HORA: Tribunal de Vila Verde determina apresentações semanais na GNR ao casal de "incendiários" de Terras de Bouro

-VILA VERDE: Utentes das IPSS desafiados a mostrar o seu olhar sobre a pobreza

-ÚLTIMA HORA (Região): Três detidos e mais de 15 mil doses de droga apreendidas

-VILA VERDE: Circo José Torralvo no Largo da Feira entre sexta-feira e domingo

-TERRAS DE BOURO: Casal suspeito de autoria de fogo florestal em Chorense presente ao Tribunal de Vila Verde

-EPATV participa em Conferência Internacional na Geórgia

-VILA DE PRADO: Cruz Vermelha abre inscrições para o ATL

-ESPOSENDE: Arqueólogos estudam restos de navio seiscentista que deram à costa na praia de Belinho

-Mini Trail/Caminhada Águas de Barcelos espera centenas de participantes

-Projecto eTwinning decorre no Agrupamento de Escolas de Prado

-BRAGA: Tempestade de fogo destrói casas, armazéns e deixa rasto de pânico

-UMinho celebra 25 anos de detetor do CERN

-LOUREIRA: "Sopa no Pote" abre o apetite para a Semana da Alimentação no jardim-de-infância

-FOGOS: Faltaram meios aéreos para minorar os dois fogos florestais, diz Câmara de Braga

-VILA VERDE: Novos órgãos autárquicos tomam posse no sábado no Centro de Artes e Cultura

-POLÍTICA: Adriano Ramos assume candidatura à JSD de Vila Verde

-TURIZ: CLDS promoveu oficina intergeracional “A sopa no pote”

-“Sabores da Terra” levou milhares de visitantes a Escariz São Mamede

-CERVÃES: Centro Social e Paroquial recebe amanhã as comemorações do Dia Contra a Pobreza e Exclusão Social

-Câmara diz que tutela programa “Seniores Activos” desde o dia 7 e nega dívida à EPATV

-BRAGA: Câmara fará esta tarde o ponto da situação dos incêndios

-GNR detém 187 pessoas em flagrante delito

-FOGOS de Vila Verde extintos e Protecção Civil alerta que «é expressamente proibido realizar queimadas e usar máquinas agrícolas»

-Braga activa plano de emergência e repara Bom Jesus, Sameiro e Falperra

-VILA VERDE: Utentes dos “Seniores Activos” ficaram à porta do Complexo de Lazer

-UMinho com semana de programação para todos

-Militares da GNR escapam à morte no incêndio da Falperra

-FOGOS: Incêndio florestal cerca Monte da Falperra

-ÚLTIMA HORA: Outro incêndio em Sande avança perigosamente e é combatido por populares









Jornal O Vilaverdense