FOGOS de Vila Verde extintos e Protecção Civil alerta que «é expressamente proibido realizar queimadas e usar máquinas agrícolas»

A cerca de dezena de incêndios que deflagraram na noite de ontem em Vila Verde está extinta, a ser «rigorosamente monitorizados» pelos Bombeiros de Vila Verde, avança o comandante em funções, Luís Morais. Deixa, contudo, um alerta veemente: «é expressamente proibido realizar queimadas e usar máquinas agrícolas».

A noite e madrugada de domingo foram «de grande aflição» para os bombeiros e populações, com o registo de vários focos de incêndio em simultâneo. Os mais graves aconteceram em Oleiros (perto de habitações e da zona industrial), Sande e Goães / Azedo (Ribeira do Neiva). registaram-se ainda outros incêndios na Lage/Atiães, Carvalhosa (Vila Verde), entre outros pequenos focos. Todos foram dominados, muitos deles graças à intervenção da população, uma vez que os bombeiros de Vila Verde não podiam acorrer a todas as situações registadas.

Nesta altura, a Protecção Civil Municipal «acompanha a evolução da situação, com monitorização rigorosa no terreno». E aguarda «a queda de chuva», que ajudará, «e muito», a acalmar «definitivamente» o quadro caótico que se viveu na última noite e madrugada.

QUEIMADAS PROIBIDAS ATÉ AO FIM DE OUTUBRO
Devido às condições meteorológicas excepcionais previstas para os próximos dias, caracterizadas por tempo quente seco, com ventos do quadrante leste, o Ministério da Agricultura decidiu prolongar o "Período Crítico" de incêndios florestais até ao próximo dia 31 de Outubro.

O prolongamento do período crítico do Sistema de Defesa da Floresta implica a proibição, até final deste mês, de fumar, fazer lume e fogueiras ou queimas e queimadas nas florestas.

Além disso também é proibido lançar foguetes e balões de mecha acesa, fumigar ou desinfestar apiários, salvo se os fumigadores estiverem equipados com dispositivos de retenção de faúlhas, e fazer circular tratores, máquinas e veículos de transporte pesados que não tenham extintor, sistema de retenção de faúlhas ou faíscas e tapa-chamas nos tubos de escape ou chaminés.

---
CMS (CP 3022)
ovilaverdense@gmail.com