PONTE DE RODAS: Quatro cães recém-nascidos encontrados mortos no fundo do rio

Quatro cães, com poucas semanas, foram esta sexta-feira encontrados mortos no fundo do Rio Homem, junto à Ponte de Rodas, que liga as freguesias de Coucieiro (Vila Verde) e Caldelas (Amares).

Os animais foram detectados por um morador daquela zona, desconhecendo-se se terão sido afogados no rio ou se terão sido lançados à água já sem vida.

Dois dos cães, que se encontravam no interior de uma saca, na margem direita, do lado de Coucieiro, foram já recolhidos por populares.

Os outros dois continuam no fundo do rio, por se encontrarem numa zona sem acesso terrestre, sensivelmente a meio do curso de água.

No local, o presidente da Associação para a Defesa dos Animais e Ambiente de Vila Verde, Castro Diniz, lamentou e condenou o acto, sublinhando que os maus tratos a animais, quando resultam em morte, configuram a prática de um crime público.

«Além de se tratar de um acto que atenta contra a saúde pública e de demonstrar enorme falta de sensibilidade com a vida de animais indefesos, configura um crime, que pode ser punido com uma pena até três anos de prisão», sublinhou.

Castro Diniz lembra que «atirar os animais ao rio não pode nunca ser opção», reiterando a necessidade de esterilização dos animais para que não se reproduzam.

«Em casos de necessidade económicas, as pessoas podem contactar a nossa associação para encontrarmos uma solução e evitar este tipo de situação lamentável», frisa.

---
Ricardo Reis Costa (CP 10478)
ovilaverdense@gmail.com