CASO DO DIA: Vilaverdense FC demarca-se do caso do jovem adepto detido com tocha em Alvalade

O Vilaverdense Futebol Clube demarcou-se hoje do caso do jovem adepto detido com uma tocha no Estádio de Alvalade XXI, referindo em comunicado que «fizemos a nossa acção de sensibilização, com inúmeros reforços, o que infelizmente não surtiu o efeito desejado, lamentando o sucedido, tendo o jovem agido por sua responsabilidade».

De acordo com o comunicado emitido pelo clube vilaverdense, «no seguimento dos incidentes noticiados, designadamente na situação particular do jovem detido por posse de engenho pirotécnico, «informamos já que O Vilaverdense Futebol Clube demarca-se de qualquer responsabilidade na conduta deste jovem, pois «fizemos a nossa acção de sensibilização».

«O Vilaverdense nomeou um responsável para coordenar a coluna dos 18 autocarros na viagem a Lisboa, sendo que ainda colocou em cada autocarro um responsável pelo mesmo», sendo que «o grupo de jovens denominado de Mancha Verde, preencheu cerca de dois autocarros, sendo que antes da viagem, foram devidamente informados de uma série de recomendações».

«A posse de engenhos pirotécnicos, substâncias psicotrópicas ou estado alterado pelo consumo de bebidas alcoólicas, constituía enquadramentos legais devidamente penalizados, como então advertimos».

«Foi reiterado, em discurso, junto dos mesmos, por esse responsável, junto ao Edifício do Tribunal, onde os mesmos permaneciam e se organizavam, de que iriam para um contexto, onde as forças de autoridade têm grande experiência e tolerância zero, pelo que esforçou-se para deixarem eventuais engenhos em terra», acrescenta o comunicado enviado à nossa Redacção.

«Entretanto, já na aproximação a Coimbra, o elemento de ligação às forças de segurança do Comando Metropolitano de Lisboa, adstrito aos Spotters, que coordenou todo o processo, recebeu telefonema do comandante do policiamento local, no sentido de se inteirar, do numero de autocarros, caraterísticas dos viajantes e designadamente questionando se viajava algum grupo organizado de apoiantes», salienta o Vilaverdense.

«Foram fornecidas todas as informações pertinentes, tendo o Sr. Comandante solicitado para o responsável do Vilaverdense e coordenador da viagem, pudesse informar os visados, da tolerância Zero relativamente à posse de engenhos pirotécnicos, reforçando mesmo as consequências», refere o comunicado do Vilaverdense Futebol Clube.

Ainda segundo o mesmo clube, «de imediato, o nosso responsável, contactou os dois autocarros, sinalizados, via telemóvel, mais concretamente os seus responsáveis, onde passou a mensagem da tolerância zero e do quadro legal inerente, bem como as consequências. Esses responsáveis pelos autocarros passaram a mensagem em discurso direto, deixando como mensagem final, que deixassem eventuais engenhos no autocarro e não os trouxessem, sob pena, se o fizessem estariam por sua conta e risco».

«Fica reiterado também que o elemento nomeado para todo este processo, é elemento policial da Polícia de Segurança Pública, dominando as temáticas e sendo o mesmo a fazer estas sensibilizações», esclarece o clube de Vila Verde.

«Temos a registar também que o Comissário responsável pela operação deu os parabéns pelo sucesso de toda a operação, reiterando mesmo que tudo foi bem para o dispositivo actividade da Polícia de Segurança Publica nomeado para a segurança do jogo, desde as portagens de Alverca ao estádio e do estádio até Vila Verde», acrescenta o comunicado.

«Segundo palavras desse mesmo oficial, apenas os Super-Dragões trazem tantos autocarros ao sul e a tarefa deles não é fácil e esta foi um pleno de sucesso pela qualidade, dinâmica e interligação entre o Comando da PSP de Lisboa e o responsável do Vilaverdense, recebendo este diretamente do oficial os parabéns, lamentando apenas este episódio que desdramatizou», conclui o Vilaverdense Futebol Clube.

---
Redacção / JG (CP 2015)
ovilaverdense@gmail.com

    Jornal o VilaVerdense
15 de Dezembro de 2017 / 18:57

Partilhar no Facebook  Partilhar no Facebook


Outras notícias

-TRIBUNAL: Vilaverdense apanhado com tocha conseguiu suspensão de processo

-POLÍTICA: José Morais recandidata-se para «dar continuidade ao crescimento» do PS

-Projecto da EPATV sobre o Gerês recebe prémio da Fundação Ilídio Pinho

-BRAGA: ACB promove Curso de Iniciação ao Voo

-BRAGA: Câmara e Cruz Vermelha lançam app para facilitar integração de estrangeiros

-CRIME: PSP de Guimarães detém casal por tráfico de droga

-LOUREIRA: Junta diz que falta de obras na EN 101 «é um atentado à vida humana»

-BRAGA: Duas crianças levadas para o hospital mas afastada hipótese de fuga de gás em escola (ACTUALIZAÇÃO)

-Padre ucraniano de Braga celebrou missa para emigrantes do leste

-VILA VERDE: Espectáculo de dança no dia 28 de Janeiro

-BRAGA: Câmara vai retirar árvores e postes de iluminação em frente ao Theatro Circo

-POLÍTICA: Rui Silva diz que eleição de Rio «reforça posicionamento» do PSD de Vila Verde

-Carlos Gonçalves venceu o Startup Nano, que acelera startups de nanotecnologia

-32 jovens integrados em programa Erasmus foram recebidos na Câmara Municipal pela Vereadora da Educação

-JUSTIÇA (Vila Verde): Oito anos de prisão por abusar sexualmente de enteada e da filha

-JUSTIÇA (Caso das Convertidas): antigo presidente de Guimarães elogia obra de Mesquita Machado

-Antiga colaboradora da RUM Sofia Saldanha em aula aberta sobre Comunicação e Linguagens

-VILA DE PRADO: Biblioteca inaugurada no dia 23 de Janeiro

-GOMIDE: Romaria de Nossa Senhora das Candeias e São Brás no início de Fevereiro

-GNR: 105 detidos em flagrante durante o fim-de-semana

-Câmara de Braga cria prémios de “boas práticas” de reabilitação urbana

-GNR: Arranca hoje a “Operação Floresta Protegida”

-DESTAQUE: Anulado arresto de bens de três milhões a João Luís Nogueira no processo da venda da EPATV

-REGIÃO (BRAGA): Jurista afirma que a Câmara tem argumentos legais para avançar para rescisão do contrato com a ESSE

-FUTEBOL: Vilaverdense volta a ceder pontos em casa

-CULTURA: Banda Musical quer recuperar Hino de Vila Verde

-LOUREIRA junta 200 pessoas no almoço de Reis

-Combustíveis aumentam esta segunda-feira

-DIRECTAS PSD: Rui Rio vence no distrito de Braga e a nível nacional...apenas perdeu em Famalicão, Celorico e Esposende

-ÚLTIMA HORA: Rui Rio vence em Vila Verde com mais 165 votos que Santana Lopes (436 / 271)









Jornal O Vilaverdense