FOGOS FLORESTAIS: Câmaras têm até 31 de Maio para limpar terrenos

De acordo com o artigo 153.º do Orçamento do Estado de 2018, os proprietários dos terrenos têm até dia 15 de Março para fazer a limpeza. A mesma norma estipula ainda que o valor actual das coimas aplicadas ¬: 40 euros a cinco mil euros, no caso de pessoa singular, e de 800 euros a 60 mil euros, no caso de pessoas colectivas.

Posteriormente, até 31 de Março, as Câmaras terão de fazer um levantamento dos terrenos que terão de ser limpos.
E nos casos em que os proprietários não assumam a limpeza essa responsabilidade passa para as autarquias, que terão de o fazer até 31 de Maio.

Nestas situações, os proprietários “são obrigados a permitir o acesso aos seus terrenos e a ressarcir a Câmara Municipal das despesas efectuadas com a gestão de combustível”. Ou seja, com as verbas que resultem da venda do combustível que resulte da limpeza.
Caso este valor não seja suficiente para ressarcir as câmaras dos respectivos custos, a norma prevê ainda que se recorra às receitas arrecadadas através de processos de execução aos proprietários decorrentes da cobrança coerciva das dívidas.

Para suportar as despesas, o Estado criou uma linha de crédito com um tecto máximo de 50 milhões disponíveis para os 308 municípios, aos quais são cobrados juros dos valores adiantados através deste crédito.

---
FG (CP 1200)com jornal i
ovilaverdense@gmail.com

    Jornal o VilaVerdense
11 de Fevereiro de 2018 / 09:06

Partilhar no Facebook  Partilhar no Facebook


Outras notícias

-Tribunal de Braga adiou "sentença" sobre corrupção nas cartas de condução em Vila Verde

-ESCUTEIROS: Núcleo de Vila Verde espera juntar 500 elementos no sábado

-GNR deteve 433 pessoas em flagrante delito durante a semana

-INCÊNDIOS: Quatro queimas obrigam à acção dos Bombeiros

-BRAGA: Ricardo Rio diz que providência cautelar contra ‘Continente’ na rua 25 de Abril já não faz sentido

-ARTESANATO: Camila Silva expõe em Paris com apoio da Adere-Certifica

-BRAGA: Câmara abre consulta pública para classificação de 46 ‘Lojas com História’

-Segunda Caminhada Solidária em Atiães a 11 de Março

-POLÍTICA: Jovens vilaverdenses participaram no Congresso Nacional do PSD

-VADE: Festa do Vinho regressa nos dias 3 e 4 de Março

-Biblioteca Pública de Braga evoca António José Saraiva

-INCÊNDIOS: Câmaras decidem que tipo de floresta querem no concelho

-PSP destrói mais de 3 mil armas

-“1º Fórum nacional sobre Stalking” no dia 28 de Fevereiro na Aula Magna da Universidade Católica de Braga

-ECONOMIA: Quatro empresas sediadas em Vila Verde com o estatuto PME Excelência

-MÊS DO ROMANCE: Teciborda apresentou nova linha de “Caixas e Tabuleiros”

-LOUREIRA: Mais de 300 mil euros para aumentar cobertura de saneamento

-MÊS DO ROMANCE: Artecouro aposta em nova linha de calçado e acessórios de moda

-BRAGA: Bombeiros Voluntários recebem equipamentos de protecção este sábado

-IX Jornadas Minhotas de Dermatologia nos dias 23 e 24 de Fevereiro na UMinho

-VILA VERDE: Rotary homenageia Bento Morais esta sexta-feira

-Centro Qualifica da EPATV e Bogalha certificam colaboradoras

-VILA VERDE: Julgamento de cartas de condução tem sentença marcada para sexta-feira

-Remessas de emigrantes atingem valor mais alto de sempre

-Ryanair anuncia 8 novos destinos a partir do Porto para 2019

-BRAGA: Museu D. Diogo de Sousa ganha colecção de arqueologia «única no mundo»

-Escola de Ciências da UMinho comemora esta quarta-feira 43 anos com especialista na Antártida

-Tribunal de Vila Verde liberta irmãos suspeitos de assédio sexual

-PEB morreu, viva o Forum Braga!

-Empresa LusoRecursos, de Braga, não desiste de explorar lítio em Montalegre e ouro em Marrancos-Vila Verde









Jornal O Vilaverdense